Uso de redes sociais no trabalho dá prejuízo às empresas

As redes sociais estão cada vez mais presentes na vida das pessoas principalmente no Brasil. Com o aumento das redes de relacionamento como Twitter e principalmente o Facebook é comum no horário de trabalho as pessoas acessarem as contas pessoais para saber o que está acontecendo na sua rede de amigos.

Acontece que na maioria das vezes uma pequena olhadinha em um dos perfis das redes sociais pode levar muitos minutos do horário de trabalho dos colaboradores. Por outro lado muitos profissionais e artesões se aproveitam da popularidade das redes sociais para divulgar seus trabalhos, atingir um maior número de pessoas e ainda fazer negócios online.

Mídias Sociais Trabalho

As mídias sociais são responsáveis por queda na produtividade de funcionários

Segundo notícia da BBC Brasil.com os funcionários que estão acessando as suas redes sociais como Twitter e o Facebook no horário em que estão trabalhando vem causando muitos prejuízos para as empresas e chega ao valor de 2,2 bilhões de dólares por ano nas empresas britânicas segundo um relatório encomendado por uma empresa de informática.

Ao todo foram entrevistados quase 1.500 pessoas que trabalham em escritórios e mais de 50% das pessoas que participaram da pesquisa acabaram afirmando que durante o horário de trabalho acabam acessando as suas redes sociais para resolver problemas pessoais. Ainda segundo a pesquisa calcula-se que essas pessoas passam cerca de 40 minutos por semana acessando as suas redes particulares.

Isso sem dúvida deve prejudicar bastante a produtividade das empresas.

Segundo empresa de informática responsável por encomendar a pesquisa nos últimos anos vem crescendo cada vez mais o acesso a sites de relacionamentos e isso também aumenta a tentação do funcionário em acessar as suas redes enquanto está trabalhando. Isso vem prejudicando e muito a produtividade do trabalhador e por consequência os lucros das empresas.

Uma alternativa que as empresas têm adotado é bloquear as redes sociais como Facebook e o Twitter, no entanto, os funcionários sempre acabam encontrando uma maneira de burlar o sistema. Já outras empresas preferem elaborar diretrizes sobre o uso de redes sociais durante o expediente de trabalho.

Essa sem dúvida é uma atitude interessante por parte das empresas pois criando regras de uso as empresas evitam problemas de diminuição da produtividade de seus funcionários e também problemas relacionados a marca da empresa e ainda a segurança já que muitas vezes as redes sociais mais populares são vítimas de ameaças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *